19 3797.0... ver

Notícias

31/08/12

Procedimentos na telinha

Telemedicina e medicina robótica aproximam médicos e pacientes promovendo a universalização do atendimento de qualidade.
As tecnologias de informação e comunicação (TIC) aplicadas à área da saúde passam por um momento de grande maturação.

Aos médicos e enfermeiros, elas se apresentam como fortes aliadas na busca pela diminuição de falhas e maior segurança para o paciente. Assim, as práticas de telemedicina, medicina robótica e adoção de sistemas que auxiliam na aplicação e cálculos cirúrgicos já não são experiências e se apresentam como facilitadores e até mesmo meios de tornar mais barato e rápido o acesso a um atendimento de maior qualidade.

Raphael Castro, gerente comercial da Wareline do Brasil, cita como exemplo, o fato de um médico hoje conseguir orientar, de dentro de um hospital em São Paulo, uma cirurgia que está sendo feita em Manaus e ainda contar com sistemas de monitoramento que possam dar a ele a dimensão exata de uma incisão, além de imagens cm alta definição de todos os diagnósticos do paciente.

A telemedicina, segundo ele, tem se destacado pois promove a interoperabilidade de todos os agentes de relacionamento com o paciente, como operadoras, médicos, hospitais, clínicas, laboratórios e o governo, possibilitando ma visão mais ampla dos serviços de saúde para, principalmente, colocar técnicas mais avançadas e tratamentos cada vez mais seguros à disposição do paciente.

João Aguiar, system engineer da Polycom, afirma, porém, que o conceito vem avançando nos últimos anos, mais ainda carece de melhor conhecimento para ampliar sua adoção. “ Diversos hospitais e universidades já adotaram a telemedicina como ferramenta de discussão de casos e educação continuada, mas a falta de infraestrutura impede o avanço para ás regiões que carecem de informação e especialistas”, comenta.

Para ele, a telemedicina não se apresenta como uma alternativa, mais como a base para que o conhecimento seja amplo a todas as regiões. Além disso, pode ser uma ferramenta fundamental na redução dos custos do sistema de saúde como um todo e atuar no diagnóstico rápido de AVCs. O exame de fundo de olho apresentado aos especialistas remotamente evita que o paciente sofra com deslocamentos exaustivos e possíveis seqüelas profundas, o que onera o custo do sistema de saúde.

Raphael Castro da Wareline do Brasil: Médico hoje orienta cirurgias a distância e contam com equipamentos que lhes dão a exata posição de uma incisão.

O Núcleo de Telessaúde (NUTES) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) investiu em uma sala de telepresença imersiva com tecnologia Polycom, visando melhorar a qualidade do atendimento em saúde para a população do Estado e trazer eficiência e rapidez aos serviços prestados. A solução, instalada no Hospital das Clínicas (HC) da UFPE, propicia a colaboração a distância, por meio da troca de informações de vídeo e áudio em HD entre a instituição e outras unidades da rede de saúde no Brasil e no mundo.

Segunda opinião

De acordo com a Dra. Magdala de Araújo Novaes, coordenadora do NUTES e do Grupo de Tecnologias da informação em saúde (TIS) da UFPE, graças a essa oferta de telessaúde dentro do HC, é possível ampliar os serviços de assistência, educação e suporte aos profissionais do Sistema único de Saúde (SUS). Além disso, a sala possibilita a discussão clínica entre médicos a distância, a obtenção de uma segunda opinião para casos complexos, teleeducação, entre outros serviços. 

“São recursos que nos permitirião atenuar a carência de especialistas em locais afastados e a renovação de processas na educação continuada para profissionais da área médica, sem a necessidade de deslocamento “, explica Magdala.

A RedeNutes, que encabeça este projeto, oferece para mais de dois mil profissionais de saúde, educação a distância, e promove a atualização das últimas descobertas na área. Os planos da instituição para o futuro prevêem a ampliação da cobertura do sistema, atingindo unidades de saúde da família localizadas nos 185 municípios que compõem o Estado de Pernambuco. A iniciativa incentivará as parcerias com a rede pública de saúde, criará novos processos colaborativos, fortalecerá a integração ensino-serviço para aprimoramento da formação dos futuros médicos, enfermeiros e cirurgiões dentistas e promoverá a implantação de pontos de telessaúde em outras unidades de rede e de novos serviços, como o telediagnóstico.

Fonte: Revista TI Inside - Ano 8 - Edição 82 - Agosto de 2012
 Hacklink Shell indir Shell download Php Shell download Bypass shell Litespeed bypass shell https://backlinksale.wordpress.com/ https://hacklinkborsa.blogspot.com.tr/ https://shelldown.wordpress.com/ https://mectry.wordpress.com/ atasehir escort maltepe escort jigolo jigolo kartal escort kurtkoy escort pendik escort porno Kamagra Jel rokettube şarkı indir kaçak bahis jigolo olgun dul bayanlar istanbul jigolo sitesi seks hikayeleri jigolo sitesi hd porno rokettube brazzers porno sex izle sex izle